segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Pela liderança vale até torcer para o rival


Santista: ajudar o Corinthians? Tô fora!

Corintiano: vibrar pelo Santos? Tô dentro!

Assim pensam os torcedores de Peixe e Timão para o jogo desta quarta-feira (19) entre Santos e Botafogo, às 20h30, na Vila Belmiro válido pela 21ª rodada do Brasileirão.
Vou explicar o motivo pelo qual os corintianos estão “bonzinhos” com o Peixe. É que se caso o Santos vencer o Botafogo, o Timão continuará líder com 54 pontos. Mas se caso o Fogão vencer, será o time carioca quem assumirá a ponta do Brasileirão com 55 pontos.
A partida seria realizada em agosto, mas como cariocas e paulistas tinham jogadores (Neymar, Ganso e Danilo pelo Santos e Jefferson pelo Botafogo) servindo a Seleção Brasileira, para não prejudicar ninguém, ambos os clubes pediram à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para que alterasse a data do duelo.
Como postei anteriormente, apesar de o Botafogo não trazer boas recordações para o torcedor do Santos, devido ao Campeonato Brasileiro de 1995, quando o clube carioca foi “ajudado” pelo árbitro Márcio Resende de Freitas, que validou um gol irregular marcado por Túlio Maravilha, desta vez, a maioria dos santistas torcerá favoravelmente para o alvinegro carioca. Por quê?  Bom, se o Peixe vencer ajudará o rival Corinthians. Se perder, favorecerá o Fogão. Porém, como não vence há dois jogos, o time do técnico Muricy Ramalho precisa vencer para não se complicar na tabela. No entanto, se depender da nação santista, é melhor perder para o Botafogo e se recuperar depois, do que ver os corintianos na liderança contando vantagem. E olha que agüentar corintiano chato é dose... Por outro lado, a fiel não vê à hora de torcer pelo time de Neymar.
Pela liderança vale tudo. Até mesmo torcer para o rival como se fosse o time do coração. Coisas do futebol...

Nenhum comentário:

Postar um comentário