sábado, 17 de setembro de 2011

Está chegando a hora...


Com imenso prazer, subirei novamente ao palco do Theatro Municipal de São João da Boa Vista, no dia 1º de outubro, às 20h. Desta vez, para interpretar o pocket show “Tributo a Simonal”, junto com o Toca do Pagode. Pode-se dizer que é uma grande responsabilidade mostrar ao público, a trajetória de um dos maiores artistas que o país já teve, em especial nas décadas de 1960 e 1970, quando o cantor atingiu o auge da fama.
Não tenha dúvida que o desafio aumenta ainda mais por tratar-se de um grupo de pagode, que em muitas vezes, não é tão levado a sério pela crítica. Algumas pessoas pouco conhecem o estilo e, mesmo assim, acabam emitindo opiniões sem fundamento.
Até mesmo na hora de aprovar o projeto do show, houve obstáculo. Quem observa o material que está sendo divulgado pela Oficina Cultural Guiomar Novaes vê claramente que o nome do grupo está definido apenas como “Toca”, sem o “Pagode”. Fizemos à alteração para que o projeto pudesse ser aprovado pelos coordenadores da Oficina. Sinceramente, acredito que se tivéssemos enviado o projeto como “Toca do Pagode”, dificilmente teria passado pela bancada de coordenadores em São Paulo. Não sei por qual motivo, mas o estilo denominado “pagode” não é visto com bons olhos por pessoas que se dizem, intelectuais musicalmente falando. Contudo, reforço o convite e garanto que será um belo espetáculo. Na cidade e região, muitas pessoas não vêem a hora de começar o show. Nesta semana recebi uma informação que me motivou muito. Um grupo de 90 alunos de um projeto de música da cidade de Paraisópolis (MG) está se programando para vir a São João e assistir ao show. Por isso, pergunto: é ou não é uma responsabilidade? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário