domingo, 12 de maio de 2013

Gol de Durval é o do tetracampeonato santista

Wilson Seneme apita: é fim de jogo no Pacaembu. O Corinthians vence o Santos por 2 a 1, em uma vitória magra do  time de Parque São Jorge, que leva a vantagem do empate à finalíssima, domingo que vem, na Vila Belmiro. É impressão minha ou os corintianos não comemoraram muito? É claro que não. Eles sabem que na Baixada Santista, a história será completamente diferente.

Lá, dificilmente o Peixe é vencido. É certo que no ano passado o alvinegro praiano perdeu na semifinal da Libertadores, naquela raríssima vitória do Corinthians. Contudo, aquela partida é considerada igual a passagem do Cometa Haley – de 75 em 75 anos.

De volta ao duelo disputado no Paulo Machado de Carvalho, o Corinthians foi superior no primeiro tempo e abriu o placar com Paulinho. Na segunda etapa, o Santos iniciou pressão, mas errou muitos passes e pouco produziu com Neymar. A entrada de Felipe Anderson, no lugar de Marcos Assunção, deu resultado. Porém, numa falha de marcação, Paulo André fez o segundo do Corinthians.

Caso terminasse 2 a 0, praticamente não daria mais para o Santos. Para evitar que o Peixe fosse à Vila Belmiro tendo que fazer dois gols de diferença, o zagueirão Durval subiu ao ataque e testou firme a cobrança de falta de Felipe Anderson, diminuindo o placar. 

Gol muito comemorado porque pode ter sido o do tetracampeonato ao Santos. Por quê?  Porque no alçapão, o Santos engolirá o Corinthians.

Alguém duvida? Então aguarde...




Nenhum comentário:

Postar um comentário