quarta-feira, 15 de maio de 2013

De que vale bater "Boca" se o jogo já acabou?


Assistindo ao jogo em que o vice-campeão paulista acabou eliminado da Taça Libertadores, percebi que o ex-árbitro, Arnaldo Cesar Coelho, comentarista da TV Globo, quase que abandonou a transmissão para entrar ao gramado do estádio da Prefeitura de São Paulo para bater "BOCA" com o homem do apito, Carlos Amarilla.  

Por que será tamanha a revolta?  Será que é por que o plim-plim não terá mais como exibir as partidas do Corinthians? É certo que a arbitragem “colaborou” um pouco com o time argentino. Porém, o Cássio que não é relógio, mas gosta de se adiantar, também contribuiu para a despedida da competição internacional. 

Sendo por este ou outro motivo, o fato é que a tentativa de bater "BOCA", mesmo que de longe, em favor do alvinegro da capital, desta vez não deu o resultado positivo que o “Timão” tanto esperava. A verdade é que, a permanência do Corinthians , intere$$ava muito mais ao antigo canal 5, do que aos próprios jogadores e torcedores.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário