domingo, 22 de abril de 2012

Paulistão sem surpresas? Sim, sem surpresas.



Conforme destaquei no programa “Panáticos por Futebol” da Rádio Jovem Pan de São João, apresentado na última terça-feira, dentro do “Jornal da Manhã”, volto a afirmar que as semifinais do Paulistão serão disputadas pelos 4 grandes: São Paulo, Santos, Palmeiras e Corinthians.
Ontem, o Tricolor passou com certa tranqüilidade pelo Bragantino, ao aplicar uma goleada por 4 a 1. Com o placar elástico e dois gols de Luis Fabiano - suspenso para a próxima partida devido ao terceiro cartão amarelo - o São Paulo aguarda o resultado de Santos e Mogi Mirim, que jogam hoje, às 16h, na Vila Belmiro.
Dos confrontos entre Santos e Mogi Mirim, Corinthians e Ponte Preta, e Guarani e Palmeiras, não vejo nenhuma possibilidade de surpresa, mesmo com a fase ruim que o Verdão atravessa.
Em Campinas, às 18h30, o Alviverde da capital deverá vencer o Bugre, apesar de jogar fora de casa. Muitos sanjoanenses deverão ir ao estádio “Brinco de Ouro” para ver o duelo. O Guarani, eliminado na última quarta-feira da Copa do Brasil, quando empatou com o Botafogo no Engenhão, já deu o que tinha que dar, mesmo tendo no currículo, uma vitória diante do Palmeiras na primeira fase por 3 a 1. Agora, tudo muda. Pelo menos penso desta forma.
No Pacaembu, às 16h, o embalado Corinthians deverá deixar a Macaca, outro time de Campinas, para trás. Diante de um estádio lotado, não creio que o Timão irá decepcionar sua torcida.
Na Vila Belmiro, no mesmo horário, o Santos deverá despachar o Mogi Mirim sem tantas complicações. O “Sapão”, do presidente Rivaldo - pentacampeão – chegou ao seu limite. Na primeira fase, o Mogi venceu o Peixe por 3 a 1, em casa, mas jogou com o Santos formado por reservas. Hoje, o alvinegro praiano entrará com sua força máxima. Por isso, não acredito em “tragédia” no estádio “Urbano Caldeira”.
São as minhas opiniões para os confrontos de logo mais. Tem gente que acha que as semifinais serão entre Ponte Preta e Guarani e São Paulo e Mogi Mirim. Pode ser que isso aconteça, mas não creio que será hoje. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário