sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Polêmica e futebol sempre lado a lado

         Kleber beija a camisa do Verdão, mas, time do coração é o Timão.


Tinha que ter uma “pimentinha” no clássico, não é mesmo? Não é novidade que sempre às vésperas de um confronto de peso entre Palmeiras e Corinthians, desta vez pelo Campeonato Brasileiro, domingo (28), em Presidente Prudente (SP), tenha uma polêmica dentro ou fora das quatro linhas. A de momento envolve o atacante Kleber, do Verdão, que teria sido membro da torcida Gaviões da Fiel, na adolescência, conforme divulgou a maior uniformizada do Corinthians.

Bom, pelo menos em minha opinião não tem nada a ver uma coisa com a outra. É só um motivo para aumentar a rivalidade e dar um “tchan” a mais no derbi.

Será que todos os atletas que atuam no time de Palestra Itália são palmeirenses desde criancinha? Não são não. Tanto tem jogador do Palmeiras que torce para Corinthians quanto tem jogador do Timão que torce para o Verdão. Isso é absolutamente normal. O que não pode é fazer “corpo mole” dentro de campo e deixar o profissionalismo de lado. Se caso o Kleber marcar um gol ou mais, no domingo, terá que comemorar, pois se isso não ocorrer, pode estar certo de que se pintar uma má fase nos próximos jogos, virão às cobranças pesadas. Por isso, o negócio é ser profissional e honrar a camisa independentemente do time para qual “torcia”. Eu, sinceramente, não concordo e não acredito quando ouço alguns jogadores dizerem que apenas vibraram por determinado time, na época da infância. Afirmo que vibraram, vibram e vibrarão.

Jornalistas são à mesma coisa. Todos torcem para algum time, sim. Alguns até chegam a mencionar, já outros, preferem o disfarce. Por exemplo, o jornalista nasceu em Sorocaba, aí, em vez de dizer a verdade que torce para o Santos (apenas demonstração), insiste em dizer que é torcedor do São Bento, um dos times da cidade.

Vejo que, se existe paixão por algum clube, não há o que temer em revelar. É só cumprir o trabalho com profissionalismo e deixar a paixão de lado por alguns instantes e está tudo certo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário