sábado, 11 de fevereiro de 2012

Para quem gosta de leitura, a parada é obrigatória



Se tem uma coisa que deixa alguém feliz é quando o que é planejado traz o resultado esperado. A frase pode ser transferida à estreia da “Biblioteca Móvel” na tarde deste sábado (11), na praça Ítalo Beraldo, no Jardim Santa Clara, em São João da Boa Vista (SP), com presença de público que superou a expectativa.

Por meio de histórias encantadoras extraídas de uma enorme variedade de livros, foi possível ver o brilho nos olhos das crianças que ouviram atentamente, os textos interpretados pelos profissionais da CIA VIRAUMCONTO, parceira do projeto.  

Elas não só ouviram como também tiveram o prazer de pegar os livros e depois contar histórias. Realmente, um trabalho de incentivo à leitura e à interpretação.

O “Projeto Laura” do Unifeob, por meio da professora de Braile, Renata Mello também esteve presente. A profissional acompanhada de voluntárias mostrou como podem ser interpretados os livros utilizados pelos deficientes visuais. Uma maneira de mostrar que é possível uma pessoa que não enxerga ser leitora de livros, desde que haja a preocupação com a acessibilidade.

Com quase três horas de duração, o evento ainda homenageou o escritor João Batista Gregório, autor de vários livros, que fazem parte do acervo.

Uma tarde de estreia que agradou os idealizadores do projeto e o público presente. Agora, é aguardar pela próxima apresentação, que, sem dúvida, trará mais novidades.

A nova parada da “Biblioteca Móvel” está marcada para sábado, dia 18, das 9h30 às 13h30, desta vez na praça Coronel Joaquim José, no centro da cidade.

Para quem gosta de leitura, a parada é obrigatória...

2 comentários:

  1. Adorei estar lá,podemos ser a mudança que queremos no mundo.Joaquim Jose estarei la

    ResponderExcluir
  2. Agradeço pela oportunidade e no próximo sábado estaremos todos na Praça Joaquim José!

    ResponderExcluir